A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO

Jo 3.1-21

Introdução: Este capítulo introduz o grande tema do evangelho: o novo nascimento. O evangelista narra a conversa particular de Jesus com um fariseu, membro do sinédrio. Nesta conversa Jesus mostra-lhe a necessidade do nascer de novo. Isto porque a necessidade de nascer de novo revela algumas verdades:

  1. NASCER DE NOVO É O ÚNICO MEIO DE ENTRADA NO REINO DE DEUS (vs.3,5)
  • Não basta “saber” (v.2); é preciso “nascer” (v.3) .
  • Há muita gente que sabe acerca de Deus; mas isto não basta.
  1. NASCER DE NOVO É UM PROCESSO INDISCERNÍVEL A RAZÃO HUMANA (vs.4,6-12)
  • É um processo subjetivo.
  • É um processo indescritível como o vento.
  • É um processo perceptível.
  • É um processo aceitável pela fé, vs.11,12.
  1. NASCER DE NOVO É RESULTADO DO AMOR DIVINO PELO HOMEM (vs.13-16)
  • Só é possível pela encarnação de Jesus.
  • A identificação de Cristo pela encarnação com o pecador foi necessária, vs. 13,14.
  • Cristo torna-se pecado por nós, como a serpente símbolo do próprio mal que atingia aos israelitas no deserto.
  • O amor divino foi incomparável.
  1. NASCER DE NOVO É UMA EXPERIÊNCIA QUE SE APROPRIA PELA FÉ NO AMOR SACRIFICIAL DE DEUS (vs.16-21)
  • Para se obter esta nova vida é preciso crer no Filho de Deus.
  • É preciso crer basicamente em três coisas: 1) Jesus não veio condenar, mas salvar; 2) Deus nos amou como somos (Rm 5.8); 3) Quem crê é salvo; quem não crê já está condenado.
  • Toda a condenação resume-se na escolha humana, v.19.
  • A experiência de vir para a luz é resultado de decisão pessoal e intransferível, vs. 20,21.

CONCLUSÃO: Necessário vos é nascer de novo!

Adriano Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *