CHAMADOS PARA FRUTIFICAR

Jo 15.1-16

Introdução: Ramos só tem duas finalidades: dar fruto ou serem queimados. Deus espera fruto de nós. Nesta metáfora Jesus fala de alguns tipos de ramos:

  1. OS QUE NÃO DÃO FRUTOS (vs.2,4,6)
  • São os que estão supostamente ligados nEle, v.2 a.
  • São os que não permanecem nEle, v.4.
  • Os que não permanecem nEle serão lançados fora (se lançam fora).
  • Viram ramos secos (fácil de serem queimados).
  1. OS QUE PRECISAM SER PODADOS PARA DAREM FRUTOS (v.2 b)
  • A disciplina é um ato doloroso, mas um ato de amor.
  • A disciplina é o método de Deus para tirar o ramo da esterilidade.
  • São os que produzem mais folhagem do que fruto.
  • É preciso remover brotos mortos e folhagem, que tiram a vitalidade do ramo impedindo-o de dar fruto.
  • O propósito de Deus em podá-lo é esculpir no ramo a imagem de Jesus.
  1. OS QUE DÃO FRUTOS (vs.5,8,16)
  • O fruto é do amor. É o fruto do Espírito.
  • Estes são limpos pela Palavra e não precisam ser podados.
  • São os que permanecem nEle. O que significa transformar dever em relacionamento vivo com Deus. Este é o segredo!
  • O propósito de Deus não é que você faça mais por Ele, mas que você escolha estar com Ele.
  • Permanecer em Cristo:
  1. É vital para a salvação, v.6.
  2. Produz fruto, vs.4,5.
  3. É evidencia de que somos discípulos, v.8
  4. É vital para experimentarmos o fluir do amor de Deus, v.9.
  5. Leva consigo a promessa de oração respondida, v.7,16.
  6. Carrega a capacidade de submeter-se em obediência e amor a Palavra de Deus, v.10
  7. É o caminho da alegria, v.11.
  8. Transforma-nos em discípulos e amigos de Jesus, vs.14,15.
  9. Frutificam segundo a medida da fé que recebeu: “dá fruto”, “dá mais fruto”, “dá muito fruto”.

Conclusão: O propósito de nossa chamada é dar fruto permanente do amor de Deus na vida (v.16).

Adriano Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *