PRECAUÇÕES ANTE A PERSEGUIÇÃO

Jo 16.1-33

Introdução: No seu discurso anterior a semana da crucificação, Jesus prossegue dando orientações a seus discípulos. Neste capítulo ele inicia com algumas precauções que os discípulos deveriam ter, tais como:

  1. Consciência de que os que vivem em Cristo padecerão perseguição (vs.1-4,32,33)
  • Para que não ajam escândalos.
  • Para que não nos esqueçamos da Palavra do Senhor.
  1. Certeza de que os que são de Cristo não estão sozinhos (v.5,7-19)
  • O Espírito Santo é Deus em nós.
  • O agir do Espírito Santo será (vs.8-11):
  1. Convencer o mundo do: 1) Pecado original e da vida de pecado; 2) Justiça realizada na cruz do calvário; 3) Juízo de Deus sobre o acusador e todos os que não estão em Cristo.
  2. Conduzir os discípulos gradativamente a verdade, vs. 12,13,16-19,25.
  3. Glorificar a Cristo na afirmação e testificação de suas palavras em nós, vs.14,15.
  1. Convicção de que a alegria do Espírito ninguém poderá tirar (vs. 6,20-22)
  • Toda a tristeza é passageira, v.20.
  • A alegria do Senhor é permanente, v.22.
  1. Conhecimento de que em Cristo é possível ter paz em meio as aflições (vs. 23,24,26)
  • Pela intimidade e uniformidade com a vontade de Deus, vs. 23,24,26.
  • Pela certeza do amor de Deus, v.27.
  • Pela fé na pessoa de Jesus, vs.27,30,31.
  • Pela certeza de que em Cristo somos mais do que vencedores, v.33

Conclusão: Os que vivem em Cristo padecerão perseguição.

Adriano Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *