QUANDO AS ORAÇÕES CESSAM

Sl 72.20

Há momentos onde parece que as orações chegaram ao fim. As orações de Davi chegaram ao fim porque ele morrera. Mas muitas coisas existem na vida que colaboram para que nossas orações se interrompam, acabem ou cessem.

As orações cessam quando abrigamos no coração as mentiras, as fraudes e o ódio (Sl 109.1-7). Não adianta você estar cheio de ódio para com o seu irmão e ir para a reunião de oração, vigília ou consagração louvar a Deus. Vá para reunião, mas para buscar solução para tal sentimento. Se você está vivendo uma vida de mentiras, vá orar e pedir para Deus trazer consciência ao seu coração, pois de outra maneira sua oração é afronta a Deus.

As orações cessam quando se tem uma desobediência ostensiva à Palavra de Deus (Pv 28.9). A oração daquele que, deliberadamente, desobedece à Palavra se torna abominável. Existem pessoas que vivem em pecado e desobediência constante; mas em vez de procurar ajuda ou aconselhamento, prefere vestir uma “capa” religiosa na igreja. As orações destas pessoas são abomináveis a Deus.

As orações cessam quando a oração não é oração, mas apenas um desempenho de santidade aparente (Mt 6.5,6). Há pessoas que ensaiam orações que programam como vão falar. Onde mencionam tudo o que fizerem de “bem” na vida. Isto não é oração; é um desempenho e autopromoção.

As orações cessam quando a oração é apenas um falar técnico ou mecânico (Mt 6.7,8). Na maioria das vezes e com a maioria das pessoas nos momentos de oração só se está presente o corpo; não a alma e coração. Oração tem de ser uma exposição da alma de quem ora. Oração tem que ser espontânea.

As orações cessam quando a amargura é latente dentro de nós (Mc 11.25). Não se pode orar, sem perdoar. Não se pode orar com ódio na alma. Não se pode orar com rancor no coração. Não se pode orar com inimigos na vida.

As orações cessam quando a relação familiar promove discórdia (1 Pd 3.7). Há maridos que batem na esposa, que são ríspidos e indiferentes com os filhos. Há esposas lamuriosas, depressivas, opressoras dos seus maridos e filhos. Nesses lares a oração é interrompida!

As orações cessam quando há culpa no coração (Sl 51.3). Culpa muitas vezes é consequência de erros não tratados. O diabo quer usar nossa culpa para cessar nossas orações. Com culpa ou sem ela devemos orar sempre.

As orações de Davi cessaram porque ele morreu. Todavia, enquanto viveu, foi um dos homens que mais orou. Deus permita que nossas orações só cessem com a morte ou arrebatamento e que esta seja a passagem direta para o encontro eterno com o Senhor.

Nele, em quem sou e a quem sirvo!

Adriano Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *