A VIDA DE UM HOMEM JUSTIFICADO POR DEUS

Jó 1.1-21-2.13

Introdução: Ler o livro de Jó deve ser feito com carinho e reverência. Este é o chão onde as razões acabam e a alma encontra o Mistério, o Inexplicável, o Indisponível e Soberano. O livro de Jó sempre me encantou. Esta é uma história escrita 2.500 anos antes de Cristo.

No livro de Jó há quatro diferenciações que devem ser vistas: 1) A mentira-mentira é o engano em si; 2) A mentira-verdade é a mentira maquiada de realidades da vida, aplicadas fora do contexto; 3) A verdade-mentira é a manipulação da verdade; 4) A verdade-verdade é aquela que só é possível se a procedência for a boca de Deus.

  1. A VIDA PIEDOSA DE JÓ, SEUS BENS E CONDUTA SÃO AFIRMADOS (1.1-5)
  • Não se tratava do Oriente conforme entendido por nós hoje. Já havia civilizações evoluidíssimas e muito mais ricas.
  • O fato de Jó ser “o maior do Oriente” nos revela que ele fazia parte daquela ordem superior à revelação de Deus a Abraão.
  • Deus nunca restringiu sua revelação à escravidão genética estabelecida na descendência dos patriarcas bíblicos.

  1. SATANÁS COMPARECE A ASSEMBLÉIA CELESTIAL E DEMANDA A VIDA DE JÓ EM PROVAÇÕES (1.6-12)
  • Segundo Ap 12 Satanás nos acusa dia e noite diante de Deus.
  • A mulher de Jó é quase sempre negativa aqui no livro – Tenta induzi-lo a blasfêmia (19.17), em quem Jó depositava amarguras (31.9,10).

  1. DUAS CALAMIDADES NATURAIS – fogo do céu e ventos do deserto – E DOIS ASSALTOS DESTROEM A FAMÍLIA DE JÓ (1.13-19)
  • Foi uma simultaneidade de ocorrências nos psiquismos coletivos (sabeus e caldeus) e na natureza (fogo do céu e ventos).
  • Jesus trata sofrimento com humanidade, Jo 11.35. O que Jesus ensina é que nesta hora não se fazem perguntas (v.2); se socorre (v.6), cf. Jó 6.14.

  1. A RESPOSTA DE JÓ FOI INSUPORTÁVEL A SATANÁS (1.20,21; 2.1-7)
  • A presença do sangue, expressa o no holocausto, afirma a herança de Jó em Abel.
  • Em Jó, o lugar sagrado é o coração e nada é mais objetivo para ele que os ambientes da subjetividade. O discernimento que Jó possuía do mundo espiritual era evoluidíssimo.
  • Não há pacote universal doutrinário. Não há uma explicação universal para o mal universal.
  • O sofrimento do paralítico do tanque de Betesta tinha como origem o seu pecado, Jo 5.14.
  • O sofrimento de Jonas tinha como origem seus atos inconseqüentes, Jn 1.3,4
  • O sofrimento deste cego tinha como origem a inexplicabilidade da vida, Ec 9.2,11.
  • O sofrimento de Jó tinha como origem a tentação do diabo e a provação de Deus, Jó 1.6-12.

  1. MESMO PERDENDO TUDO JÓ NÃO BLASFEMA CONTRA DEUS (2.8-10)
  • As verdades do coração só se manifestam na hora das perdas.
  • A fidelidade de Jó ao seu Deus não ficou abalada.

  1. SABENDO DE SEUS MALES E PERDAS, ALGUNS AMIGOS DE JÓ DECIDEM VISITÁ-LO (2.11-13)
  • Jó não sabia o que houve nas regiões celestes!

CONCLUSÃO: Portanto, diante de todo e qualquer sofrimento, a atitude mais sábia sempre será a de adorar e crer. Esta foi a atitude de Jó (1.20-22).

Adriano Moreira

A CRISE DE UM JUSTO SOFREDOR

Jó 3.1-26

Introdução: Quando a dor e a perplexidade são muito fortes, a alma humana deseja ser ou não ser. Por isto Jó deseja jamais ter sido. Este é um dos textos bíblicos que combatem a teologia da prosperidade e mostram que um justo pode sentir uma depressão. Que crise é esta e como vencê-la?

  1. SUA CRISE DE DESEJAR NÃO TER SIDO (vs.1-10)
  • Um justo diante de situações como a de Jó pode ficar deprimido e de desejar não ter nascido. Quantos crentes hoje estão assim?
  • Todavia, tal depressão jamais nos levará ao suicídio.
  • Você pode até passar pelo que Jó, mas pode vencer como ele venceu.
  • Até Jesus orou em momento de angústia e hematidrose (Lc 22.44).

  1. SUA CRISE ANTE O ANACRONISMO DE SUAS CALAMIDADES (vs.11-19)
  • Anacronismo é aquilo que está fora do tempo e da cronologia.
  • Jó pensava que sua calamidade estava fora do tempo.
  • A pergunta é: Quem de nós sabe o tempo dos tempos?
  • Pare de reclamar do que você não sabe e não entende. Confie naquele que tudo sabe!

  1. SUA EXPRESSÃO DE PERPLEXIDADE FRENTE AO ABSURDO (vs.20-26)
  • Quem não fica admirado com o agir e o permitir de Deus?
  • Sempre achamos absurdo a ação e o permitir divinos.
  • O absurdo se dá pela consciência do mistério da vida que só Deus sabe.
  • Muitas vezes nossos temores vêm como provações sobre nós, v.25.

CONCLUSÃO: Não sei qual a sua crise existencial. Creio que não é maior do que a de Jó, é só ler o livro para conferir. Portanto, faça como ele… viva da fé ante a crise da vida.

Adriano Moreira

AS ACUSAÇÕES EM MEIO AO SOFRIMENTO

Jó 4.1-21

Introdução: O espírito acusador é notório em quase todos os ambientes, infelizmente na comunidade cristã. Esta atitude acontece principalmente em meio ao caos e ao sofrimento na vida alheia. Mesmo Jó sendo quem Deus disse que era ouviu quatro acusações comuns aos justos sofredores.

  1. QUE JÓ SABIA FALAR E CONSOLAR OS OUTROS, MAS NÃO A SI MESMO (vs.1-5)
  • Nestas horas até nossa solidariedade serve como acusação diante de nosso sofrimento.
  • A ingratidão humana é perversa. Nem os ajudados vieram lhe socorrer.
  1. QUE JÓ SABIA QUE AQUILO QUE O HOMEM SEMEIA, ELE COLHE (vs.6-8)
  • Ainda que isto seja uma verdade, ela deve ser aplicada dentro de um contexto. Gl 6.7,8 cf. Sl 73.
  • Muitos justos estão sendo assombrados pelas acusações de que o que passam são frutos de seus pecados. Jo 9.2,3.
  • Esta é uma manifestação da lei de causa e efeito legalista.
  1. QUE QUANDO DEUS PESA A MÃO, ATÉ MESMO AS FERAS SOFREM, QUANTO MAIS OS HOMENS (vs.9-11)
  • Este é um espírito terrorista. Jó foi comparado a um bicho qualquer.
  • Jó está sendo acusado de experimentar um juízo de Deus.
  • Até nós, se não tivéssemos os dois capítulos que revelam o que Deus disse de Jó, falaríamos a mesma coisa.
  1. QUE UMA REVELAÇÃO NOTURNA, DO TIPO ESPIRITUALISTA, SUBJETIVA, É QUE DAVA A ELE A CERTEZA DE QUE DEUS “BUSCAVA IMPERFEIÇÕES” EM TODAS AS SUAS CRIATURAS (Vs.12-21)
  • Se Deus se relacionar conosco na base de nossas imperfeições, quem ficará de pé? Rm 3.10-12
  • Estas revelações pessoais, subjetivas de quem quer que seja não devem nos impressionar. A grande revelação
  • Não se impressione com qualquer revelação ante a Palavra e a realidade.

CONCLUSÃO: Ante as acusações em meio ao sofrimento devemos temer a Deus e mantermos nele a nossa confiança.

Adriano Moreira

QUANDO AS ACUSAÇÕES PERMANECEM

Jó 5.1-27

Introdução: Muitas vezes o período de acusação se prolonga mais do que pensamos. Às vezes com os mesmos acusadores. Neste caso devemos resistir com temor ao Senhor. Vejam as acusações…

  1. NA LOUCURA DE JÓ NENHUM ANJO OU SER ESPIRITUAL LHE SERIA SOLIDÁRIO (vs.1-2)
  • Há muita gente achando que Deus não socorre ao necessitado.
  • Elifaz assume o papel de juiz do seu próximo. Isto, fora de Deus, sempre será uma tarefa satânica.
  • Jó soube discernir a Graça de Deus na desGraça.
  • Você conseguiria isso

    2.  AS CONSEQUÊNCIAS QUE ATINGIRAM JÓ ERAM MAIS QUE PREVISÍVEIS (vs.3-7)

  • Os males de um homem podem ser gerados pela sua bondade ao invés de sua maldade.
  • Jó chegou achar que sua justiça seria um cerco ao seu redor contra todos os males.
  • A melhor chance do ser humano se conhecer não é somente pela oração, jejum, mas pelo sofrimento e dor.

     3.  ELIFAZ DIZ QUE SE ELE ESTIVESSE NO LUGAR DE JÓ BUSCARIA A DEUS (vs.8-11)

  • Os acusadores sempre dizem que os sofredores não estão buscando a Deus.
  • Jó já tinha uma vida de comunhão integra com Deus. Em momento algum Jó menciona Satanás em seus argumentos.
  • Jó era de Deus. Deus é soberano.
  • Um homem que sabe que Deus é Deus não conversa com o Diabo (Jo 19.11)
  • Jó descobriu que o pior adversário não era Satanás. Mas aqueles que tratam com carinho e depois acusam piedosamente como nem o Diabo faria.

     4.  A PROSPERIDADE DE JÓ HAVIA SIDO FRUTO DA ASTÚCIA (vs. 12-18)

  • Prosperidade na vida dos justos que não usam de corrupção ou coisa semelhante é desconfiada como fruto do engano.
  • Disciplina é algo que Deus aplica a discípulos.
  • Nem sempre se precisa ser um Judas para se prosperar.
  • Judas é um arquétipo universal e não há casa, família, sociedade, tribo ou igreja que não tenham os seus!

      5.  ELIFAZ CONCLUI SEU DISCURSO “PIEDOSAMENTE PERVERSO” DIZENDO QUE SE JÓ FOSSE HOMEM DE DEUS, ENTÃO, OS MALES DA TERRA NÃO O ATINGIRAM (vs.19-27)

  • Este discurso é verdadeiro quando não há intervenção divina. Quando sabemos que há.
  • Este é um discurso moralista de causa e efeito.
  • Para ele um justo não poderia sofrer. Um justo elimina muitas possibilidades de dor. Ele deveria ter lido o livro de Eclesiates.

Conclusão: A única maneira de sobreviver ante as acusações do muitos é confiando irrestritamente em Deus, esperando ouvir a sua voz.

COMO ESTÁ A SUA ALMA?

Jó 6.1-30

Introdução: Após o primeiro ciclo de acusação feito por Elifaz, Jó sente sua alma pesada. Pesada pela dor do sofrimento, e agora, pelas acusações de um dos “amigos”. Quantas vezes nos achamos assim? Seja pela dor ou pela acusação. Como está a sua alma? Você sabe?

  1. UMA ALMA PESADA PESA MAIS QUE QUALQUER PESO MATERIAL DO MUNDO (vs.1-4)
  • Quando a alma pesa não adianta seu dinheiro.
  • Quando a alma pesa não adianta sua posição.
  • Há pesos esmagando a sua alma?
  • Quando a alma pesa, pensa-se que estamos atravessados pelas flechas divinas.

      2. UMA ALMA PESADA SENTE-SE NATURAL E RACIONAL NA RECLAMAÇÃO ANTE À CALAMIDADE (vs.5-10)

  • A proposta dos amigos de Jó de que ele não deveria reclamar, foi irônica.
  • Devemos saber chorar, lamentar, falar e sentir dor de modo equilibrado que não transpareça desconfiança e perda de fé em Deus.

       3. A EUTANÁSIA NA EXISTÊNCIA DE UMA ALMA PESADA PODE SER O ÚNICO CAMINHO DE CURA (vs.11-13)

  • Jó em seu sofrimento, desejou que Deus o levasse.
  • Nós devemos discernir o que em nós e em nossa existência precisa ser mortificado (eutanásia).

     4.  UMA ALMA FICA PESADA QUANDO APOIA SUA CONFIANÇA NO PRÓXIMO E NÃO EM DEUS (vs. 14-17)

  • Apesar de ser um homem de confiança em Deus, Jó fica insatisfeito com a vida por causa dos “irmãos”.
  • Seu maior relacionamento é com Deus ou com os irmãos?
  • Por decepção com os irmãos a maioria deixa o centro da vontade de Deus e de ser abençoado.

     5.  UMA ALMA FICA PESADA QUANDO DESCOBRE QUE TODOS OS QUE SE RELACIONAM COM ELA É POR INTERESSE (vs.18-21)

  • A pior descoberta que se pode fazer é de que nossas amizades e irmandades são baseadas em interesses.
  • Jó é caluniado por não ter mais nada!
  • São aqueles relacionamentos baseados em troca.
  • Muita gente nada mais é que caravanas de negociantes de oportunidades e negócios (imagem, dinheiro, prestígio, poder…).

      6.  UMA ALMA FICA PESADA AO RECEBER COBRANÇA DE QUEM NUNCA A AJUDOU (vs.22-30)

  • Jó declara que deles nada pediu, nem almejou. Isto não significa orgulho, mas verdade.
  • Na maioria das vezes os que nada fazem mais cobram. É o seu caso?
  • Segundo Jesus, quem faz com a mão direita, não cobre com a esquerda. E quem nada faz?

Conclusão: Se sua alma está pesada, espere e creia em Deus (Sl 42.5,11)

Adriano Moreira

SÓ RESPONDER QUANDO NECESSÁRIO

Jó 7.1-21

Introdução: Só devemos responder aos “ignorantes” dos propósitos divinos quando necessário. Alguém disse: “Erramos quando devíamos falar quando nos calamos e quando devíamos nos calar e falamos”. Quando me calo, tenho muito mais a aprender. Isto por algumas razões:

1. APRENDEMOS A NOS CONHECER E A CONHECERMOS DEUS (vs.1-9)

  •  Sabedoria só nos vem na vida e nas experiências!
  • Jó é Jó. Você é você!
  1. APRENDEMOS A REVELAR O QUE HÁ EM NOSSOS CORAÇÕES (vs.6-11)
    Isto através dos clamores.
    •  Isto através das verdades do que sentimos.
    •  Como está o seu coração?
  1. APRENDEMOS A COLOCAR NOSSAS DÚVIDAS DIANTE DE DEUS (vs.12-21)
    Ao invés de orar falando dos outros, ore falando de si mesmo.
    •  Peça um sondar de Deus como o Salmista, Sl 139.23,24.
    •  Satanás não interessa para Jó. Ele fala com Deus.
    •  Quem sabe que Deus é Deus não conversa com o Diabo.

    Conclusão: Fique em silêncio… enquanto não sabe de nada e que de nada ninguém sabe!

    Adriano Moreira

ERROS QUE DEVEMOS EVITAR

Jó 8.1-22

Introdução: Nesta vida não há quem não erre. Todavia, o maior erro é não conhecê-lo e permanecer nele. Eis alguns que precisamos evitar:

 

  1. NÃO FAÇA DA “SUA CAUSA” A CAUSA DE DEUS (vs.1-3)
  • Sua causa não é de Deus. Deus te ajuda em sua causa, se necessário.
  • Deus não precisa de defensor. Todas as coisas são a favor de Deus.

2. NÃO PENSE QUE COLHERÁ O QUE OUTRO SEMEOU (vs.4-7)

  • Pecado de ninguém e cobrado a outrem.
  • Cada um paga pelos próprios pecados!
  • Cuidado com o que você semeia!

3. DEIXAR O PASSADO DETERMINAR O PRESENTE (vs.8-10)

  • Seja o passado bom ou ruim, você vive no presente.
  • A chamada do Evangelho é para o presente.
  • Saiba que o final é sempre mais importante que o presente!
  • Como você está terminando sua caminhada cristã?
  • Já perdeu o 1º amor?
  1. TODA A GLÓRIA HUMANA É PASSAGEIRA (vs.11-10)
  • Quem se esquece de Deus cava sua própria cova.
  • Não perca o seu tempo buscando sua própria glória. Será semelhante ao junco, a seba e a erva.
  1. O CORAÇÃO RETO JAMAIS SERÁ REJEITADO POR DEUS (VS.20-22)
  • Não estou falando de membro de igreja, mas do reto de coração.
  • Quando não sei o que está acontecendo, não tenho o que dizer.
  • Quando não há nada no coração não tem o que se dizer.

 

Conclusão: Ao descobrir os seus erros na caminhada, evite-os, para valorizar esta trajetória.

Adriano Moreira

COMO UM HOMEM PODE SER REALMENTE JUSTO DIANTE DE DEUS

Jó 9.1-35

Introdução: Todos querem receber louvor como justos. Na maioria das vezes são julgados como pecadores. Como então alcançar a justiça diante de Deus? Só Deus pode nos justificar! Quando crer que só Deus, pela sua graça, pode fazer…

  1. PELO SEU PODER (onipotência) (vs.1-8)
  • Nenhuma chance ou poder temos de fazer isso sozinho.
  • Só quem tem toda sabedoria e conhecimento.
  • Só quem pode mudar o comum em incomum.

      2. PELA SUA PRESENÇA (onipresente) (vs.9-13)

  • Presença invisível, silenciosa, mas real!
  • Presença produtiva e inafastável!

      3. PELO SEU CONHECIMENTO INDIVISÍVEL (onisciência) (vs.14-24)

  • Quem não sabe não discute.
  • Todo inocente continua culpado sem argumento. Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso.
  • Não se decepcione nem se desiluda com Deus.
  • Não deixe que as feridas dos desconhecimentos aumentem em você.
  • Já perdeu o 1º amor?
  • Na maioria das vezes não entendemos o que acontece, v.22.
  • O sofrimento cresce e ficamos sem direção quando não admitimos os mist´rios de Deus em nós.
  • O sofrimento aumenta quando julgamos as coisas pelas aparências. vs.21-24.

  1. PELA SUA INIGUABILIDADE (vs.25-32)
  • Se a vida é curta, deve ser vivida com alegria; ignorando o ruim e valorizando o que é bom.
  • Mantenha o seu sorriso genuíno!
  • Não perca a vida lutando contra Deus!
  • Não estrague a vida processando judicialmente a Deus.
  • Seu mediador e árbitro é Deus contra Deus. Creia nisso!

Conclusão: Só Deus nos justifica pela fé!

Adriano Moreira

COMO ESTÁ A SUA ALMA? II

Jó 10.1-22

Introdução: Esta é uma pergunta que deveríamos fazer a nós mesmos cotidianamente. Simplesmente pelo fato de que a alma retratará o nosso ser.

 

  1. COMO ESTIVER NOSSA ALMA ESTARÁ NOSSO SENTIMENTO (Mt 15.8)
  2. COMO ESTIVER NOSSA ALMA ESTARÁ NOSSA ATITUDE (Fp 2.3)
  3. COMO ESTIVER NOSSA ALMA ESTARÁ NOSSA SAÚDE (3 Jo 2)
  4. COMO ESTIVER NOSSA ALMA ESTARÁ NOSSA ESPIRITUALIDADE (Rm 12.2)

 

Conclusão: Você sabe como está a sua alma?

Adriano Moreira

O QUE O JUSTO NUNCA PODE ESQUECER

Jó 10.1-22

Introdução: O que preciso saber para que minha alma não esteja mergulhada no tédio e amargura? Preciso saber que…

 

  1. SOU TRATADO PELA GRAÇA E NÃO PELO JUÍZO (vs.1-7)
  2. SOU CRIATURA AMADA (vs.8-12)
  3. SOU PROVADO DENTRO DE MEUS LIMITES (vs. 13-17)
  4. SOU TEU, ATÉ EM MOMENTOS INSUPORTÁVEIS (vs.18-22)

 

Conclusão: Ninguém quer, de fato e lá no fundo do ser, andar apenas pela fé. O último estágio é o mergulho no escuro e na mais absoluta indisponibilidade de Deus!

Adriano Moreira