POR QUE CHORAS?

Jo 20.11-18

Introdução: O choro é a marca e a característica da humanidade e limitação do ser humano. Chora-se por tudo: quando nasce, quando morre, quando ganha, quando perde, quando se vai, quando se chega, quando se entristece, quando se alegra, etc. Neste texto encontramos as razões do choro humano e da pergunta divina: Por que Choras?.

  1. ÀS VEZES CHORAMOS…
  • Por uma sensação de perda, v.11.
  • Por um sentimento de abandono, v.11.
  • Por uma busca sem sucesso, v.13.
  • Por não confiarmos no Senhor (Maria esquecera da promessa da ressurreição).
  1. POR QUE CHORAS SE…
  • Deus sempre envia os seus anjos, v.12.
  • Ele sempre está presente, mesmo quando não o identificamos v.14.
  • Ele sempre nos consola, v.16.

CONCLUSÃO: Deus ainda te pergunta: Por que Choras??

Adriano Moreira

VENCENDO O MEDO QUE HÁ EM NÓS

Jo 20.19-23

Introdução: O medo é a antítese da fé. O medo gera covardia (v.19), tristeza (v.20), dúvida quanto a vocação (v.21) e um espírito magoado, rancoroso e não perdoador (v.23). O que nos dá capacidade de vencer o medo?

  1. A certeza de que Deus não nos abandonou (v.19)
  • Por maior que seja a crise, Deus está conosco, Sl 23.4.

  1. A possibilidade de receber e experimentar a paz que só Jesus pode dar (vs.19,21)
  • A Paz que o mundo dá é apenas ausência de guerra. A paz de Deus excede a todo entendimento (Jo 14.27; Fp 4.7).
  1. A oportunidade de viver a alegria do encontro com o Senhor (v.20)
  • O encontro com Deus muda a vida do encontrado completamente, Gn 32.30.
  1. O privilégio de ser cheio do poder e da presença do Espírito Santo (v.22)
  • O poder do Espírito capacita-nos a morrer pela causa abraçada, At 1.8.

  1. A disposição de um coração pronto a perdoar (v.23)
  • O perdão tem poder libertador, Mc 11.24,25.

CONCLUSÃO: O verdadeiro amor lança fora todo o medo!

Adriano Moreira

VENCENDO A INCREDULIDADE QUE HÁ EM NÓS

Jo 20.24-31

Introdução: Estamos vivendo num tempo em que a incredulidade, de modo sutil, tem entrado no coração dos religiosos; principalmente dos crentes. Como vencer este mal?

  1. Ser achado por Jesus na Comunhão da Fé (v.24)
  • É preciso estar reunido com os irmãos de fé a fim de de ser exortado a permanecer nela, Hb 10.25.
  1. Crer no testemunho e na experiência dos da fé (v.25)
  • A fé pode ser fruto da experiência de fé de outros (ex: mulher samaritana).
  1. Aprender a crer pela visão da fé (v.29)
  • Fé é fruto da apropriação do que é. Crença é fruto do palpável, Rm 4.17.
  1. Aprender a ver e discernir os sinais (v.30)
  • A visão da fé nos capacita a discernir os sinais do mover e agir de Deus.

CONCLUSÃO: O propósito de ser da fé é obter vida em seu nome.

Adriano Moreira

É O SENHOR!

Jo 21.1-12

Introdução: O grande desafio da vida cristã é ter a capacidade de reconhecer o Senhor presente na vida e história da gente. É discernir sua presença à despeito de sua manifestação.

  1. Os elementos que nos impede de reconhecer a presença do Senhor
  • Frustração – Eles estavam frustrados pela morte do Senhor.
  • Desânimo – Como consequência da frustração o ânimo se foi.
  • Desgaste – Para somar ao desânimo e frustração, um grande desgaste de uma noite inteira infrutífera.

  1. O perigo de não reconhecer o Senhor presente
  • Vive-se em frustração constante pelos insucessos da vida, v.3.
  • Nunca ser curado das feridas e males profundos, vs.15-17.

  1. Quando reconhecemos que é o Senhor
  • Experimentamos milagres (pesca maravilhosa), vs.6,12.
  • Temos nossas forças renovadas (alimento), v.12.
  • Reconhecemos quem somos e como estamos, v.7.

CONCLUSÃO: Aos que sabem que é o Senhor, nunca ousarão perguntar: Quem ele é?

Adriano Moreira

O QUE O DISCÍPULO PRECISA SABER ACERCA DO AMOR

Jo 21.15-19

Introdução: Quem segue a Jesus precisa saber algumas coisas acerca do amor. Pois o conceito de amor para Deus difere radicalmente do nosso. Se quisermos segui-lo com uma consciência mais profunda do significado desse seguir, precisamos saber algumas coisas acerca do amor.

  1. PARA DEUS SÓ IMPORTA SABER SE O AMAMOS
  2. a) A única condição para se seguir Jesus é a motivação do amor direcionado a Ele. O convite: “Vem, e segue-me” é feito depois da pergunta: “Tu me amas?”.
    b) A grande questão não é se O seguimos, mas a motivação pela qual O seguimos! Qual a sua motivação?
    c) Pedro O amava. Ele negara Jesus, mas amava Jesus.
    d) Jesus sabe quem O ama. Não é preciso apresentar provas. A única prova de quem ama Jesus é o próprio Jesus. “Senhor, tu sabes todas as coisas; tu sabes que te amo”.

  1. QUEM AMA TAMBÉM…
    a) Nega, peca, trai, se engana, enfraquece, pode ser egoísta, é capaz do impossível, é capaz de errar até setenta vezes sete.
    b) Só há perfeição no amor de Deus. Os demais são limitados e imperfeitos.
    c) A frase: “Quem ama não faz o que ele fez” atribui impecabilidade ao amor humano.
    d) Jesus não buscava perfeição, mas apenas um amor que pudesse ser aperfeiçoado no caminho. Jesus sabe que às vezes se ama apesar de…
    e) Há uma hora onde os argumentos cessam, quando não há explicações a serem dadas, quando toda fala é cinismo, quando toda a promessa de fidelidade e lealdade tornam-se penitências.
    f) A nossa salvação é: O Senhor sabe todas as coisas. E se o que há em nós for verdade em amor, Ele aproveitará disso para o nosso bem.

  1. QUEM AMA É CAPAZ DE…
    a) Se arrepender e confessar. A declaração de amor de Pedro é uma confissão de arrependimento.
    b) Servir com dedicação. Quem ama é chamado a servir.
    c) Morrer pela causa que defende. Segundo a tradição, Pedro morre crucificado de cabeça para baixo.

  1. O AMOR SE APERFEIÇOA NO CAMINHO
    a) Jesus convida Pedro a segui-lo.
    b) Jesus não põe Pedro de castigo em um canto, parado e envergonhado.
    c) Jesus sabe que a cura para a traição e a fraqueza só acontece no caminho, enquanto, enquanto se O segue.
    d) Só na vida se há chance de viver a vida.
    e) Trai-se, ama-se, nega-se, e se é curado na vida. Sim! Enquanto se anda se é curado! (Is 58).

CONCLUSÃO: A grande questão é se O amamos de verdade, não se O seguimos a muito tempo. A grande pergunta, então, é: Você ama a Deus?

Adriano Moreira

O QUE O DISCÍPULO NÃO PRECISA SABER

Jo 21.20-21

Introdução: Há coisas nesta vida que não sabemos e que não deveríamos saber. A vida é um mistério. Que coisas não deveríamos saber nesta vida?

  1. SABER DO FUTURO
    a) Pedro queria saber do futuro. Quem trairia Jesus e do futuro de João.
    b) Jesus já havia ensinado que devemos cuidar do hoje, pois o amanhã só pertence a Deus.
    c) Cuide do seu hoje. Deixe Deus cuidar do seu amanhã.

  1. SABER DO PRÓXIMO
    a) Pedro queria saber do que aconteceria com seu próximo.
    b) Jesus manda-o cuidar de si mesmo.
    c) Você tem sido assim? Cuida dos outros e esquece de si mesmo?

  1. SABER ALÉM DO NECESSÁRIO
    a) Jesus pergunta a Pedro: O que te importa a ti?
    b) Pedro queria saber da vida de João.
    c) Jesus manda-o segui-lo. Em outras palavras… não queira saber o que não te edifica.
    d) Como tem sido a sua vida?

CONCLUSÃO: Deus já nos fez saber tudo o que deveríamos para uma vida abundante e uma salvação eterna. Fique satisfeito.

Adriano Moreira

O QUE O DISCÍPULO DEVE FAZER: SEGUIR O SEU CAMINHO

Jo 21.22-25

Introdução: Há muitos crentes hoje que ainda não sabem o que fazer. Jesus é enfático a Pedro quando o diz: Segue-me tu. Que coisas podemos aprender com este texto? Quando não sigo o meu caminho…

  1. EU NUNCA ME ENXERGO
    a) Não é o que vemos com a maioria das pessoas? Parecem enxergar tudo e todo mundo, menos a si mesmos.
    b) É o seu caso?

  1. EU NUNCA ME ENCONTRO OU ENCONTRO MEU CAMINHO
    a) Perceba como há tanta gente que não se sabe, que não se encontrou.
    b) Alguns ficam culpando a Deus ou ao diabo pelo seus desassossegos, quando na verdade não se encontraram.
    c) Procure se enxergar para Deus te abençoar.

  1. EU VIVO SEM LIBERDADE DE SER QUEM REALMENTE SOU E DEVO SER
    a) Quanta gente eu conheço assim. Gente que por não seguir o seu caminho não vive a liberdade da vida e outros do Evangelho.
    b) Sua vida tem sido assim? Procure o seu caminho para encontrar a sua liberdade.

  1. EU VIVO INSEGURO EM BUSCA DE REFERENCIAIS
    a) Quem não segue seu caminho acaba seguindo o dos outros.
    b) São pessoas inseguras em seus passos, por isso precisam imitar o dos outros para se sentirem seguras.
    c) Você é assim? Conhece alguém assim?

CONCLUSÃO: Tome hoje a decisão de seguir o seu caminho. Só assim Deus poderá fazer o que tem proposto por você.

Adriano Moreira